Alvo de Trump, vice-diretor do FBI renuncia

Andrew McCabe era atacado por papel em inquérito contra Hillary

Andrew McCabe era atacado por papel em inquérito contra Hillary
Andrew McCabe era atacado por papel em inquérito contra Hillary (foto: EPA)
18:01, 29 JanWASHINGTON ZLR

(ANSA) - O vice-diretor do FBI, Andrew McCabe, renunciou ao cargo nesta segunda-feira (29), pouco menos de dois meses antes do prazo previsto para sua aposentadoria, em meados de março.

A informação ainda não é oficial, mas já foi reportada pelos principais sites e jornais norte-americanos. Segundo o "New York Times", a renúncia era "amplamente esperada", porque McCabe enfrentava críticas do presidente Donald Trump.

O vice-diretor ainda permanecerá na folha de pagamento do FBI até março, mas não exercerá funções dentro da polícia federal dos Estados Unidos. McCabe foi acusado pelo magnata e por congressistas republicanos de adotar um viés político nas investigações contra a democrata Hillary Clinton pelo uso de servidores de email privados em comunicações oficiais.

A então candidata à Presidência acabou não sendo indiciada, em uma decisão que provocou protestos de Trump. Além disso, alguns republicanos questionam o inquérito do FBI sobre a suposta interferência russa nas eleições de 2016.

Na visão do presidente, o vice-diretor tinha laços "impróprios" com os Clinton, já que o então governador da Virgínia, Terry McAuliffe, aliado da ex-secretária de Estado e do ex-mandatário, apoiara a esposa de McCabe para um cargo público.

Em maio de 2017, Trump já havia demitido o diretor do FBI, James Comey, que o investigava no "caso Rússia". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA