Vice de Trump indica possível diálogo com Coreia do Norte

Pence revelou mudança no discurso ao jornal The Washington Post

Vice de Trump indica possível diálogo com Coreia do Norte (foto: EPA)
12:34, 12 FevWASHINGTON ZCC

(ANSA) - O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, assegurou que seu país está pronto para iniciar um diálogo com a Coreia do Norte, principalmente no que diz respeito ao seu programa nuclear.
   

Em entrevista ao jornal "The Washington Post", publicada neste domingo(11), Pence ressaltou que a Coreia do Sul liderará esses esforços diplomáticos no início do processo.

A declaração demonstra uma mudança na linha política do governo norte-americano, resultado da recente viagem do vice de Donald Trump à Ásia com o presidente sul-coreano, Moon Jae-in. Na ocasião, Pence disse que duas "conversas substanciais" com Moon levaram a um acordo entre Seul e Washington para conseguir um "maior compromisso" com Pyongyang.
   

Segundo a publicação, os EUA e seus aliados vão continuar impondo "elevadas e crescentes" sanções ao regime de Kim Jong-un até que dê "passos claros" para a desnuclearização. A única diferença, agora, é que o governo do republicano está disposto a iniciar uma conversa com o regime norte-coreano.
   

A perspectiva de um diálogo, que surge depois de meses de tensão entre os três governos, foi descrita por Pence como "pressão máxima e compromisso ao mesmo tempo", o que representa uma mudança significativa a respeito da postura anterior.
   

No ano passado, a Coreia do Norte realizou dezenas de lançamentos de mísseis e seu maior teste nuclear, desafiando resoluções do Conselho de Segurança da ONU, com o intuito de desenvolver um míssil capaz de atingir o território norte-americano. Na ocasião, Trump e Jong-un trocaram insultos e ameaças de destruição.
   

Por sua vez, as relações com Seul melhoraram nas últimas semanas após a Coreia do Norte aceitar enviar uma delegação para participar dos Jogos de Inverno de Pyeongchang. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA