Imigrantes são acusados de estuprar e matar jovem na Alemanha

A adolescente Susanna, 14 anos, foi morta em 23 de maio

12:08, 07 JunBERLIM ZLR

(ANSA) - O mistério de uma adolescente de 14 anos desaparecida desde o fim de maio na Alemanha terminou de modo trágico.

A polícia encontrou o cadáver da jovem Susanna, moradora de Mainz, no oeste do país, e descobriu que ela foi estuprada antes de ser morta.

Os principais suspeitos são um imigrante iraquiano de 20 anos, Ali Bashar, que fugiu com a família para seu país, e um turco de 35, já detido pelas autoridades. O crime teria ocorrido na madrugada de 23 de maio.

Segundo o Ministério Público, os dois imigrantes abusaram sexualmente de Susanna, assassinaram a jovem e depois enterraram seu corpo.

Bashar também é suspeito de ter violentado uma solicitante de refúgio de 11 anos e já tinha passagens pela polícia por briga e assalto. Ele chegara do Iraque em 2015, por meio da rota turco-balcânica, com os pais e cinco irmãos.

Todos ficavam em um centro de acolhimento em Wiesbaden e escaparam há uma semana, em um voo de Dusseldorf a Istambul. Da Turquia, embarcaram para Irbil, no Curdistão iraquiano. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA