Itália faz apelo em Dia Mundial contra o Trabalho Infantil

Presidente falou de riscos de jovens imigrantes desacompanhados

Itália faz apelo em Dia Mundial contra o Trabalho Infantil (foto: EPA)
12:36, 12 JunROMA ZBF

(ANSA) - No Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, celebrado nesta terça-feira (12), o presidente da Itália, Sergio Mattarella, alertou sobre o risco de exploração de crianças que são deixadas "sozinhas" e afirmou que a escola "é a melhor aliada na contrução do futuro".

Ainda de acordo com o chefe de Estado italiano, a Europa e a Itália não estão isentas disso, já que todos os dias desembarcam centenas de imigrantes no país, principalmente crianças sem os pais.

"Quando a criança é deixada sozinha, é mais fácil para ela ser aproveitada nas redes de exploração. Somos todos chamados para romper essas cadeias, com o objetivo de neutralizar qualquer forma de abuso", disse Mattarella.

O objetivo da data, criada em 2002 pela Organização Internacional do Trabalho, visa a alertar a população sobre crianças que, ao invés de estarem em escolas estudando, estão sendo obrigadas a trabalharem diariamente.

Segundo dados do Unicef, 168 milhões de crianças são vítimas do trabalho infantil, sendo que cerca de 85 milhões delas estão em condições de exploração.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA