Na Bolívia, medalha e faixa presidenciais são furtadas

Relíquias estavam com um soldado, que teve o carro arrombado

Normalmente, a medalha e a faixa presidenciais são mantidas em um cofre no Banco da Bolívia.
Normalmente, a medalha e a faixa presidenciais são mantidas em um cofre no Banco da Bolívia. (foto: EPA)
14:02, 09 AgoLA PAZ ZFD

(ANSA) - A medalha e a faixa presidenciais bolivianas foram furtadas na noite da última terça-feira (7) na cidade El Alto, no oeste do país, mas foram recuperados nesta quarta-feira (8).

Os símbolos nacionais estavam dentro do carro de um militar, que o estacionou em um bairro considerado perigoso, próximo ao aeroporto internacional de La Paz. O soldado havia perdido voo para Cochabamba, onde entregaria as relíquias nacionais ao presidente boliviano Evo Morales, e teve o carro arrobado enquanto esperava pela nova viagem. Os símbolos nacionais estavam em uma mochila e iriam ser utilizados pelo presidente em uma cerimônia militar.

Após checarem o conteúdo da mochila, os criminosos usaram a mídia local para avisar que as relíquias nacionais haviam sido deixadas em uma igreja na última quarta-feira (8).

A medalha, que tem ouro de 22 quilates e é cravejada de esmeraldas, é usada desde a fundação do país, em 1825, quando foi concedida ao líder Simón Bolívar. Normalmente, tanto a medalha quanto a faixa presidenciais, são mantidas em um cofre no Banco da Bolívia.

O incidente está em investigado pela polícia boliviana. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA