Coreia do Norte ameaça retomar programa nuclear

País cobra derrubada de sanções econômicas dos Estados Unidos

Kim Jong-un acompanha teste de mísseis, em março de 2016
Kim Jong-un acompanha teste de mísseis, em março de 2016 (foto: ANSA)
14:08, 03 NovPEQUIM ZLR

(ANSA) - A Coreia do Norte ameaçou neste sábado (3) retomar seu programa de armas nucleares caso os Estados Unidos não removam as sanções econômicas impostas ao país.

Em um comunicado, Kwon Jong-gun, diretor do Instituto para os Estudos Americanos, órgão ligado ao Ministério das Relações Exteriores de Pyongyang, acusou Washington de não oferecer contrapartidas às medidas de abertura implantadas por Kim Jong-un.

A Coreia do Norte diz ter desmantelado por completo o centro de testes nucleares de Punggye-ri, mas um relatório publicado pelas Nações Unidas (ONU) em setembro aponta que o país continua desenvolvendo armas nucleares.

"Se os Estados Unidos mantiverem seu comportamento arrogante, a palavra 'byungjin' [desenvolvimento paralelo do setor nuclear e da economia] pode reaparecer", declarou Kwon. "Os Estados Unidos pensam que a política de sanções e pressões leva à desnuclearização, mas só podemos rir perante uma ideia tão insensata. A melhoria das relações e as sanções são incompatíveis", acrescentou.

A ameaça chega às vésperas de uma reunião em Nova York entre o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, com representantes de Pyongyang. Além da derrubada das sanções, a Coreia do Norte busca a declaração de fim de guerra com os EUA, o que a legitimaria plenamente na comunidade internacional.

Washington, por sua vez, avalia que o regime de Kim Jong-un não tomou ainda medidas consistentes para desmantelar seu programa nuclear de modo "completo, verificável e irreversível". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA