Espanha ameaça votar contra Brexit por impasse de Gibraltar

Madri discorda de um artigo previsto no texto de Theresa May

Primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchez, ameaçou explicitamente votar contra o acordo do Brexit
Primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchez, ameaçou explicitamente votar contra o acordo do Brexit (foto: EPA)
10:22, 23 NovBRUXELAS ZBF

(ANSA) - O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchez, ameaçou explicitamente votar contra o acordo do Brexit desenhado pela premier britânica, Theresa May. "Depois da minha conversa com Theresa May, as nossas posições permanecem distantes", escreveu Sanchez em sua conta no Twitter.

"Sempre defenderei os interesses da Espanha. Se não houver mudanças, colocaremos um veto ao Brexit", disse o líder espanhol.

A Espanha reclama especificamente do status de Gibraltar. O acordo alcançado na semana passada por May com os representantes da UE possui um artigo, o 184, que cita a questão política e geográfica de Gibraltar, mas sem mencionar a Espanha - o que desagradou a Madri.

O governo espanhol critica que artigo 184 "é desconhecido por todos, salvo por alguém ou quem o introduziu quase à traição e na calada". O Ministério dos Negócios Estrangeiros espanhol descobriu na noite de quarta-feira passada o conteúdo do texto. O texto do Brexit será analisado no próximo domingo (25) pelo Conselho Europeu, ocasião em que a Espanha ameaça votar contra caso não seja definido o status de Gibraltar. Os 27 países que continuarão no bloco europeu após a saída do Reino Unido buscam um consenso para aprovar o texto. Gibraltar é um território britânico de 32 mil habitantes ao sul da península ibérica. Devido à localização, a Espanha exige que qualquer discussão sobre as atividades e status do território inclua Madri.

O acordo alcançado entre May e os negociadores do Brexit também enfrenta resistência dentro do Parlamento britânico, com os políticos alegando que o texto não pratica o "divórcio" que a população queria. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA