Índia realiza ataque aéreo contra paquistaneses na Caxemira

Ofensiva ocorreu em campo de treinamento de grupo islâmico

Índia realiza ataque aéreo contra paquistaneses na Caxemira
Índia realiza ataque aéreo contra paquistaneses na Caxemira (foto: EPA)
12:32, 26 FevNOVA DÉLI ZCC

(ANSA) - A Índia informou nesta terça-feira (26) ter realizado ataques aéreos contra uma área controlada pelo Paquistão no território da Caxemira, deixando vários mortos.

De acordo com o governo, a ofensiva tinha o objetivo de atingir um campo de treinamento do grupo islâmico Jaish-e-Mohammed (JeM), que luta contra o domínio da Índia na Caxemira.

Durante coletiva de imprensa, o secretário das Relações Exteriores da Índia, Vijay Gokhale, disse que "um grande número" de terroristas, incluindo comandantes, treinadores e jihadistas, foram mortos.

A imprensa local, citando fontes do governo indiano, relata que cerca de 350 militantes morreram. No entanto, ainda não há confirmação sobre o número correto de vítimas.
   

Segundo as autoridades de Nova Déli, o bombardeio ocorreu em resposta ao atentado suicida do grupo ocorrido no último dia 14 de fevereiro contra paramilitares, que deixou mais de 40 soldados indianos mortos.

O porta-voz do Exército paquistanês, general Asif Ghafoor, afirmou que os ataques não causaram vítimas. Já o primeiro-ministro do Paquistão, Imran Khan, convocou uma reunião urgente com chefes de segurança nacional e condenou a "política indiana irresponsável".
   

Esses ataques aéreos são os primeiros lançados na linha de controle - fronteira que divide a Caxemira administrada pelos indianos da Caxemira comandada pelo Paquistão - desde a guerra entre as duas nações em 1971.
   

A Índia acusa o Paquistão de permitir que grupos militantes operem em seu território e afirma que as agências de segurança paquistanesas desempenharam um papel no ataque. No entanto, o Paquistão nega qualquer tipo de intervenção e alega que não oferece abrigo seguro aos militantes. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA