Kim Jong-un chega ao Vietnã para 2º encontro com Trump

Presidente dos EUA desembarcará no país na tarde desta terça(26)

Kim Jong-un chega ao Vietnã para 2º encontro com Trump (foto: EPA)
12:24, 26 FevWASHINGTON E PEQUIM ZCC

(ANSA) - Cercado por um forte esquema de segurança, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, chegou ao Vietnã nesta terça-feira (26) para participar da segunda reunião com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Kim viajou de Pyongyang para o Vietnã em um trem especial e demorou mais de dois dias para percorrer cerca de 4 mil km. O transporte passou pela fronteira entre China e Vietnã pouco antes das 8h da manhã (horário local).

Ao chegar na estação de Dong Dang, o líder norte-coreano seguiu para Hanói, sede do encontro, de automóvel. O norte-coreano foi recebido por uma multidão agitando bandeiras e autoridades, como seu chefe de Gabinete, Kim Chang-son, e o chefe das conversas preparatórias com os EUA, Kim Hyo-chol, informou a agência "Yonhap".
   

A viagem de Kim é a primeira de um líder norte-coreano ao Vietnã desde 1964, quando o avó do ditador, Kim Il Song, visitou o país.

Trump e Kim se reunirão entre 27 e 28 de fevereiro, em Hanói, no Vietnã, para a segunda cúpula na história entre líderes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte. Um tratado que ponha fim definitivo à guerra realizada entre 1950 e 1953 é aguardado desde que ganhou corpo a aproximação entre os dois.
   

Além disso, a expectativa é de que a dupla debata o fim do programa nuclear da Coreia do Norte e as sanções aplicadas ao regime do ditador.

Trump, por sua vez, desembarcou no aeroporto internacional Noi Bai por volta das 21h (horário local). O republicano viajou no avião presidencial Air Force One e aterrissou poucas horas depois de Kim.


Em sua conta no Twitter, o presidente norte-americano demonstrou otimismo para o encontro com Kim e disse que será uma “cúpula muito produtiva”. 
   

Na primeira cúpula histórica entre Trump e Kim, em junho do ano passado, os líderes se reuniram em Singapura e assinaram um acordo de paz. Desde então, o regime norte-coreano não realizou nenhum teste nuclear ou balístico. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en