Notre-Dame recebeu menos de 10% das doações prometidas

Maiores quantias devem ser desembolsadas pouco a pouco

Incêndio destruiu o telhado da Catedral de Notre-Dame em 15 de abril
Incêndio destruiu o telhado da Catedral de Notre-Dame em 15 de abril (foto: EPA)
20:58, 14 JunPARIS ZLR

(ANSA) - Menos de 10% das doações prometidas para a restauração da Catedral de Notre-Dame, em Paris, parcialmente destruída por um incêndio em 15 de abril, foram desembolsadas até o momento.

Segundo a rádio France Info, empresas, instituições e magnatas se comprometeram em dar 850 milhões de euros para a recuperação da igreja mais célebre da França, mas apenas 80 milhões de euros, 9,4% do total, já estão à disposição.

Os pagamentos feitos até agora são provenientes sobretudo de pessoas físicas e chegaram por meio de cheques ou transferências bancárias.

As maiores doações, como a de 200 milhões de euros prometida pela família Arnault e pelo grupo de moda LVMH, serão desembolsadas pouco a pouco, de acordo com a evolução das obras.

Isso evitará, segundo a France Info, que o Estado ganhe com o rendimento de juros sobre o dinheiro ainda não usado na reforma. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA