Em resposta ao Irã, Reino Unido quer missão no Estreito de Ormuz

Proposta foi anunciada pelo chanceler britânico nesta segunda

Em resposta ao Irã, Reino Unido quer missão europeia no Estreito de Ormuz (foto: EPA)
19:06, 22 JulROMA ZCC

(ANSA) - O Reino Unido quer criar uma missão para proteger os navios que navegam pelo Estreito de Ormuz e o Oriente Médio sob a liderança da União Europeia (UE), informou nesta segunda-feira (22) o ministro das Relações Exteriores britânico, Jeremy Hunt.

A proposta, que precisa ser aprovada por Bruxelas, foi lançada em decorrência da escalada da crise internacional na região, depois que o navio petroleiro britânico "Stena Impero" foi apreendido pelo Exército dos Guardiães da Revolução Islâmica, guarda revolucionária iraniana, na última sexta-feira (19).

A força-tarefa prevê que as associações marítimas orientem os proprietários de navios a informarem a Marinha do Reino Unido sobre seus planos de trânsito entre 24 e 48 horas antes de passarem pela região.

"Vamos tentar estabelecer uma missão marítima dirigida pelos europeus para garantir a passagem segura de navios de carga e tripulações em uma região vital [como o Golfo Pérsico], disse o ministro.

De acordo com o governo britânico, os dados fornecidos pelos comandantes também serão repassados para a Marinha dos Estados Unidos na tentativa de criar uma iniciativa de segurança em rotas marítimas. No entanto, a medida "não será parte da política de pressão máxima dos Estados Unidos sobre o Irã".

Em anúncio na Câmara dos Comuns, Hunt também reiterou que não queria um confronto com Teerã, além de definir o bloqueio do navio como um "ato de pirataria estatal".

O Golfo e Estreito de Ormuz são regiões por onde transita um terço do petróleo mundial. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en