China sobe tom e pede punição a manifestantes de Hong Kong

Pequim também acusou Ocidente de "instigar" protestos

China sobe tom e pede punição a manifestantes de Hong Kong
China sobe tom e pede punição a manifestantes de Hong Kong (foto: ANSA)
13:54, 29 JulPEQUIM ZBF

(ANSA) - O governo da China acusou nesta segunda-feira (29) políticos ocidentais de instigarem os protestos em Hong Kong e exigiram punição aos manifestantes.

Em um pronunciamento, o porta-voz do Gabinete para Assuntos de Hong Kong Macau, Yang Guang, disse que o Ocidente está "alimentando" os protestos na tentativa de impedir o desenvolvimento da China. "Mas essas tentativas não servem para nada, pois Pequim não tolerará ingerências externas nos assuntos da ex-colônia britânica", afirmou Yang Guang, sem fornecer detalhes, porém, de quais países ou políticos estariam envolvidos.

Também hoje, o governo da China pediu que as autoridades de Hong Kong adotem punições aos responsáveis pelos protestos, que já ocorrem há semanas e mantêm elevado o nível de tensão política.

 Ontem (28), manifestantes pró-democracia entraram em confronto pelo segundo dia consecutivo com a polícia de Hong Kong. Foram os episódios mais violentos até agora e 49 pessoas foram presas.
    (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA