Trump impõe nova taxa de 10% sobre US$300 bi em bens da China

Presidente dos EUA ainda disse que tarifa pode subir até 25%

Trump impõe nova taxa de 10% sobre US$300 bi em bens da China
Trump impõe nova taxa de 10% sobre US$300 bi em bens da China (foto: EPA)
13:29, 02 AgoNOVA YORK ZCC

(ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quinta-feira (1) que vai impor uma tarifa adicional de 10% sobre US$ 300 bilhões em produtos chineses a partir de 1º de setembro.

A decisão é mais sanção em meio as negociações para amenizar as tensões da crescente guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo.

"As negociações comerciais continuam, e durante as conversas os EUA começarão, em 1º de setembro, a colocar uma pequena tarifa adicional de 10% sobre os US$ 300 bilhões restantes em bens e produtos vindos da China para o nosso país. Isso não inclui os US$ 250 bilhões já tarifados em 25%", escreveu Trump no Twitter.

O mandatário norte-americano ainda afirmou que será a China, não os consumidores americanos, que pagarão pelos impostos.

 Segundo especialistas, as novas taxas vão atingir produtos de consumo, desde roupas até aparelhos celulares.

Os investidores reagiram às notícias com desânimo. Em Wall Street, o índice de ações Dow Jones caiu drasticamente, passando a operar em território negativo.

Em uma série de tuítes, Trump também criticou a China por não honrar as promessas de comprar mais produtos agrícolas dos EUA e atacou o presidente chinês, Xi Jinping, por não conseguir fazer mais para conter as vendas do opióide sintético fentanil.

Pouco tempo depois, durante conversa com jornalistas, o presidente disse que a tarifa de 10% era uma medida de curto prazo e que as taxa podem ser aumentadas até 25%.

"Alguém deveria ter feito isso com a China há muito tempo", finalizou. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA