Paquistão suspende relações comerciais com Índia

Medida foi tomada em meio a polêmica envolvendo a Caxemira

Paquistão suspende relações comerciais com Índia (foto: EPA)
10:14, 08 AgoISLAMABAD ZCC

(ANSA) - O Paquistão decidiu nesta quarta-feira (7) reduzir as relações diplomáticas com a Índia ao anunciar a suspensão de negociações comercias bilaterais. A medida foi tomada em protesto contra a decisão de Nova Déli de revogar o status especial do estado da Caxemira, palco de um conflito histórico com os paquistaneses.

Além disso, a polêmica ganhou novas proporções depois que o governo paquistanês também decidiu expulsar o principal diplomata indiano de seu país.

O status especial era garantido na Constituição indiana de 1947 pelo artigo 370 e previa autonomia administrativa à Caxemira, que possuía até hoje uma Constituição própria, uma bandeira e a liberdade de tratar de vários assuntos de maneira independentes, com exceção dos temas de defesa, comunicação e relações internacionais.

A Caxemira é uma região no norte da Índia disputada com o Paquistão. Os dois países já protagonizaram três guerras desde 1947 pelo controle do território. A população da Caxemira é de maioria muçulmana, ao contrário da Índia, que é majoritariamente hindu. O Paquistão, um país muçulmano, reivindica o território.

A atitude, porém, foi criticada pelo Paquistão por violar a resolução das Nações Unidas. A Caxemira está em bloqueio desde a decisão da Índia na última segunda-feira (5). As redes telefônicas e a internet foram cortadas no domingo à noite.

Militares estão patrulhando as ruas para evitar possíveis confrontos. No entanto, mais de cem membros de vários partidos políticos e ativistas locais foram detidos. Pelo menos um manifestante morreu após ser perseguido pela polícia durante um toque de recolher na cidade e pular no rio Jhelum, informaram as autoridades da Caxemira. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA