Líder de partido de extrema-direita da Espanha tem coronavírus

Ministras do país também anunciaram que têm doença

Santiago Abascal deu positivo para o coronavírus
Santiago Abascal deu positivo para o coronavírus (foto: EPA)
08:34, 13 MarMADRID E NOVA YORK ZGT

(ANSA) - O líder do partido de extrema-direita espanhol Vox, Santiago Abascal, testou positivo para o novo coronavírus (Sars-CoV-2), confirmou o próprio político nesta sexta-feira (13).

Abascal é o segundo membro do alto escalão da sigla a contrair o Covid-19, sendo que há dois dias, o secretário geral da sigla, Javier Ortega Smith, também confirmou estar com a doença. Os dois estavam em uma manifestação convocada pelo Vox no último domingo (8), e ambos reconheceram que "foi um erro" realizar o comício em meio à disseminação do novo vírus.

Além deles, a Espanha confirmou que a ministra de Políticas Territoriais e Função Pública, Carolina Darias, também contraiu a doença. Ela é a segunda representante do governo de Pedro Sánchez a estar com o coronavírus - a líder da pasta de Igualdade e Oportunidades, Irene Montero também está afastada.

Por conta disso, a família real da Espanha também foi submetida a exames, bem como membros de todo o governo.

O governo de Madri está tomando uma série de medidas drásticas para evitar a disseminação do Sars-CoV-2, como o fechamento de escolas e a proibição de aglomerações. Isso porque houve um aumento muito rápido no número de casos, com 3.864, e 90 mortos - colocando a Espanha na quinta colocação no ranking de nações mais afetadas.

- Ministro do Interior da Austrália contrai vírus:

O ministro do Interior da Austrália, Peter Dutton, também está com a doença.

"Nesta manhã, acordei com febre e dor de garganta e avisei rapidamente o Departamento de Saúde de Queensland. Fui submetido ao teste para a Covid-19, que resultou positivo. Estou bem e manterei vocês informados", escreveu no Twitter.

- Esposa de Trudeau testa positivo:

Além de representantes políticos espanhóis e australianos, Sophie Trudeau,a esposa do primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, também testou positivo para a doença.

Ontem (12), o líder do governo canadense já havia anunciado um autoisolamento para evitar a disseminação da doença, mesmo sem apresentar nenhum sintoma do coronavírus. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA