Índia confina população de 1,3 bilhão de pessoas

Medida se deve a pandemia do novo coronavírus

Família de Bangalore acompanha pronunciamento de primeiro-ministro da Índia sobre coronavírus
Família de Bangalore acompanha pronunciamento de primeiro-ministro da Índia sobre coronavírus (foto: EPA)
13:33, 24 MarNOVA DÉLHI ZLR

(ANSA) - O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, determinou nesta terça-feira (24) "isolamento total" para os 1,3 bilhão de habitantes do país por pelo menos 21 dias em função da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

"Para salvar a Índia, para salvar cada cidadão, você e sua família, todas as ruas e bairros ficarão confinados", disse o chefe de governo do segundo país mais populoso do mundo.

É a primeira vez na história que um número tão grande de pessoas é colocado em quarentena, já que a China, onde a pandemia teve início, não chegou a confinar toda a sua população. "Fiquem em casa, é o único modo de parar o vírus", disse Modi.

A Índia contabiliza 519 casos do novo coronavírus e 10 mortes, segundo dados da Universidade John Hopkins, dos EUA. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA