Boris Johnson envia carta e diz que pandemia 'vai piorar'

Premier britânico enviou documento para 30 milhões de famílias

Reino Unido está em quarentena por conta do novo coronavírus
Reino Unido está em quarentena por conta do novo coronavírus (foto: EPA)
08:03, 30 MarROMA ZGT

(ANSA) - O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, enviou neste domingo (29) uma carta para mais de 30 milhões de famílias afirmando que a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) ainda "vai piorar" antes de começar a melhorar.

"Desde o início, nós buscamos implementar medidas corretas no momento certo. Não hesitaremos em ir além, se isso for sugerido por pareceres médicos e de cientistas. É importante para mim ser explícito: sabemos que as coisas vão piorar antes de melhorar. Mas, nós estamos no preparando de maneira correta e mais, se seguiremos todas as regras, menos vidas serão perdidas e conseguiremos voltar antes à normalidade", escreveu.

Johnson, que está em isolamento por ter contraído a Covid-19, voltou a fazer um apelo para que as pessoas fiquem em casa para frear o avanço do novo coronavírus. "Fiquem em casa. Protejam nosso sistema sanitário (NHS) e salvem vidas", finaliza o documento.

Até esta segunda-feira (30), o Reino Unido contabiliza 19.788 contaminações pelo novo vírus e 1.228 mortes pela doença. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA