Macron pensa em renúncia para tentar reeleição, diz jornal

Palácio do Eliseu, no entanto, negou o conteúdo da reportagem

Presidente Emmanuel Macron teria participado de videoconferência com apoiadores
Presidente Emmanuel Macron teria participado de videoconferência com apoiadores (foto: EPA)
14:42, 11 JunPARIS ZCC

(ANSA) - O presidente da França, Emmanuel Macron, teria dito que está tentado pela ideia de renunciar para ser reeleito em um pleito antecipado nos próximos meses, informou o jornal francês Le Figaro nesta quinta-feira(11).

De acordo com a publicação, Macron propôs a possibilidade durante uma videoconferência com seu "círculo íntimo" de apoiadores das eleições de 2017.

O objetivo da "manobra" seria o de "retomar o controle" em um momento difícil para o legislativo. Um participante da reunião teria esclarecido que o atual líder da França gostaria, com uma possível demissão, de convocar uma eleição presidencial antecipada "nas próximas semanas ou meses".

"Tenho certeza de que vencerei. Não há ninguém contra mim", teria afirmado Macron, segundo o jornal.

Em nota à agência francesa AFP, o Palácio do Eliseu, no entanto, negou as informações, ressaltando que o presidente nunca mencionou sua renúncia. "Ele não participou de uma videoconferência com apoiadores".

Com dois anos restantes de seu mandato de cinco anos, Macron tem sido alvo de especulações sobre como pretende "reinventar" sua presidência após a pandemia do novo coronavírus e uma série de crises desde a revolta dos "coletes amarelos" até os protestos desencadeados pela reforma da previdência. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA