'Luz no fim do túnel está muito longe', diz Merkel

Alemanha iniciou "semilockdown" nesta segunda-feira

Angela Merkel decretou medidas restritivas para conter pandemia
Angela Merkel decretou medidas restritivas para conter pandemia (foto: EPA)
12:43, 02 NovBERLIM ZLR

(ANSA) - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirmou nesta segunda-feira (2), em coletiva de imprensa em Berlim, que a luz no fim do túnel da pandemia de Sars-CoV-2 ainda está "muito longe".

A chefe de governo se pronunciou no dia da entrada em vigor das novas medidas de restrição para conter a crise sanitária, como o fechamento de restaurantes, academias e teatros por um mês.

"Temos quatro meses longos de inverno pela frente. A luz no fim do túnel está muito longe", disse Merkel, acrescentando que o objetivo das novas ações é voltar ao patamar de 50 novos casos de Sars-CoV-2 em sete dias para cada 100 mil habitantes.

De acordo com o monitoramento da Universidade Johns Hopkins, dos EUA, a Alemanha teve cerca de 138 contágios por 100 mil habitantes nos últimos sete dias. O país totaliza 552 mil casos e 10,5 mil óbitos na pandemia.

Em sua coletiva de imprensa nesta segunda-feira, Merkel disse não acreditar na realização de "grandes festas" no Réveillon, mas afirmou que o Natal não acontecerá "em solidão". "Os comportamentos em novembro podem permitir mais liberdades em dezembro", destacou. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA