Governo da Áustria fecha 2 mesquitas em Viena

Locais eram frequentados por autor de atentado na capital

Operação da polícia austríaca em mesquitas de Viena
Operação da polícia austríaca em mesquitas de Viena (foto: EPA)
12:22, 06 NovVIENA ZLR

(ANSA) - O governo da Áustria anunciou nesta sexta-feira (6) o fechamento de duas mesquitas em Viena supostamente ligadas ao Islã radical.

A iniciativa prevê a dissolução das associações religiosas e a revogação de seu status jurídico. As duas mesquitas eram frequentadas por Kujtim Fejzullai, autor do atentado que deixou quatro mortos em Viena no último dia 2 de novembro. O jovem austríaco-macedônio de 20 anos foi baleado e morto pela polícia.

A Justiça austríaca também formalizou nesta sexta-feira a prisão de seis suspeitos de envolvimento no atentado, que foi reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

Fejzullai era simpatizante da organização terrorista, mas ainda não se sabe se ela participou do planejamento do ataque. (ANSA)
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA