Melania condena invasão do Congresso por apoiadores de Trump

Casa Branca publicou carta da primeira-dama nesta segunda-feira

Melania Trump disse que os EUA devem se curar de maneira 'civilizada'
Melania Trump disse que os EUA devem se curar de maneira 'civilizada' (foto: EPA)
10:57, 11 JanROMA ZLR

(ANSA) - A primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, afirmou que está "desapontada" e "desanimada" com a invasão do Congresso por apoiadores do presidente Donald Trump.

A declaração está em um texto publicado nesta segunda-feira (11) pela Casa Branca e assinado por Melania, que também "condenou a violência" registrada no Capitólio.

"Estou desapontada e desanimada com o que ocorreu na semana passada", escreveu a primeira-dama, que também prestou solidariedade às cinco vítimas da insurreição e ao agente Howard Liebengood, que estava em serviço no dia da invasão e morreu no último fim de semana, mas aparentemente sem ligação com o episódio de 6 de janeiro.

"Nossa nação precisa se curar de uma maneira civilizada. Não tenham dúvidas de que eu condeno absolutamente a violência ocorrida no Capitólio de nossa nação. A violência nunca é aceitável", disse Melania.

A primeira-dama também pediu que as pessoas "se unam" e superem as divisões exacerbadas pelas eleições de novembro passado. A invasão do Congresso foi uma tentativa de apoiadores de Trump de impedir a certificação da vitória de Joe Biden, que tomará posse em 20 de janeiro.

O presidente havia feito um discurso incitando os manifestantes, mas depois, com a repercussão negativa da invasão, condenou o episódio. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA