Cardeais negam campanha por eleição de Francisco

Livro diz que Jorge Bergoglio foi consultado antes de virar Papa

Francisco foi eleito para suceder Bento XVI no início de 2013
Francisco foi eleito para suceder Bento XVI no início de 2013 (foto: ANSA)
19:42, 01 DezCIDADE DO VATICANO ZLR

(ANSA) - O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, negou nesta segunda-feira (1º) que quatro cardeais tenham consultado Jorge Bergoglio sobre a possibilidade de torná-lo Pontífice alguns dias antes do conclave que elegeu o sucessor de Bento XVI, como relata um livro lançado recentemente no Reino Unido.
    Escrita pelo jornalista católico Austen Ivereigh, a obra se chama "The Great Reformer. Francis and the Making of a Radical Pope" ("O grande reformador: Francisco e a fabricação de um Papa radical", sem lançamento previsto em português). Nela, o autor diz que os cardeais Cormac Murphy-O'Connor, Walter Kasper, Godfried Danneels e Karl Lehmann se asseguraram de que Bergoglio concordaria com uma eventual eleição.
    Em seguida, afirma o livro, o grupo iniciou uma campanha para fazer com que o cardeal argentino fosse escolhido para suceder Joseph Ratzinger. "Posso garantir que todos os quatro cardeais citados negam explicitamente esta descrição dos fatos, tanto em relação a um pedido de consenso prévio da parte de Bergoglio, como no que se refere à condução de uma campanha pela sua eleição", declarou Lombardi. (ANSA)

 

http://www.papafrancesconewsapp.com/por/

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA