Secretário de Bento XVI se culpa por 'Vatileaks'

Georg Gänswein disse se sentir responsável por vazamentos

Georg Gänswein foi secretário pessoal de Bento XVI durante seu Pontificado
Georg Gänswein foi secretário pessoal de Bento XVI durante seu Pontificado (foto: ANSA)
20:58, 17 MarROMA ZLR

(ANSA) - O secretário pessoal do papa emérito Bento XVI, arcebispo Georg Gänswein, disse que, "de certa maneira", se sente responsável pelo escândalo do Vatileaks, quando documentos secretos do Vaticano vazaram para a imprensa.
    Em entrevista à revista "Oggi", o religioso contou que esse foi um período "difícil" e que ele se sentiu "traído" e "decepcionado". "Mas nunca faltou confiança do papa Bento em mim. Eu me senti, de certa maneira, responsável por não ter vigiado do modo adequado, por ter dado confiança a quem não merecia", afirmou. Gänswein ainda ressaltou que até entre os apóstolos houve traições, mas que ficou muito "abalado" quando descobriu que o responsável pelos vazamentos era uma pessoa tão próxima a Joseph Ratzinger, o mordomo Paolo Gabriele.
    "Quando penso nisso, sinto dores no coração", revelou o arcebispo. (ANSA)

 

http://www.papafrancesconewsapp.com/por/

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA