Papa batiza 28 bebês e incentiva mães a amamentar em público

Papa disse às mães que poderiam alimentar filhos durante missa

Papa batiza 28 bebês e incentiva mães a amamentar em público (foto: EPA)
12:51, 08 JanCIDADE DO VATICANO ZGT

(ANSA) - O papa Francisco celebrou neste domingo (8) o batismo de 28 bebês, 13 meninas e 15 meninos no Vaticano e incentivou que a mães que estivessem na Capela Sistina amamentassem seus filhos durante a missa.

"Vocês sabem que a cerimônia é um pouco mais longa e alguns deles podem chorar de fome. Se isso acontecer, vocês mamães podem alimentá-los sem medo, com normalidade, como Nossa Senhora", disse durante a homilia o Pontífice.

Essa não é a primeira vez que Jorge Mario Bergoglio fala sobre o "tabu" da amamentação em público. Na cerimônia de batismo de 2016, ele fez um discurso semelhante em defesa da amamentação durante a missa.

Ainda durante sua fala, o Pontífice brincou com o choro dos bebês, arrancando risadas ao dizer que "começou o concerto" das crianças, e fez uma comparação com a infância de Jesus.

"Começou o concerto, né? Porque as crianças estão em um lugar que não conhecem... acordaram muito cedo, talvez. Começa um, dá a nota, e depois os outros o seguem e todos choram.. e alguns apenas choram porque o outro chorou. Jesus fez a mesma coisa, né? Eu gosto de pensar que a primeira prédica de Jesus na manjedoura foi um choro", disse aos pais, mães e demais convidados da celebração.

Aos genitores, Francisco fez um apelo para que eles sejam um exemplo para a vida das crianças.

"Caros pais, vocês pediram para os seus filhos a fé. A fé que será datada no batismo. A fé. A fé não é recitar o Creio aos domingos quando vamos à missa, não é só isso. A fé é acreditar naquilo que é verdade: Deus Pai que deu seu Filho e o Espírito que tornou-se vivo. A fé é luz", ressaltou.

Essa é a quarta vez que Bergoglio realiza o batismo na Capela Sistina, em tradição iniciada por João Paulo II e mantida por Bento XVI. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA