Freira que faz fofoca é como uma 'terrorista', diz Papa

Francisco pediu para irmãs "morderem a língua" antes de fofocar

Papa Francisco visita convento de clausura no Peru
Papa Francisco visita convento de clausura no Peru (foto: EPA)
11:34, 22 JanLIMA ZLR

(ANSA) - O papa Francisco visitou neste domingo (21) um convento de clausura em Lima, capital da Peru, e afirmou que freiras "fofoqueiras" podem ser consideradas como "terroristas".

A declaração foi dada de improviso, enquanto o Pontífice falava sobre a importância de se evitar divisões na comunidade católica. "O demônio é mentiroso e fofoqueiro. Tenta dividir, quer que uma fale mal da outra. Sabem o que é uma freira fofoqueira? É uma terrorista, porque a fofoca é como uma bomba. Joga a bomba, destrói e vai embora tranquila", disse.

O discurso foi proferido para as irmãs do Santuário do Senhor dos Milagres, a quem ele recomendou que "mordam a língua" para evitar as fofocas. "As enfermeiras precisarão trabalhar, porque [as freiras] morderam a língua, mas não atiraram a bomba", completou. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA