Casamento gay e aborto são debatidos no Sínodo dos Bispos

Evento religioso acontecerá até o dia 28 de outubro

Casamento gay e aborto são debatidos no Sínodo dos Bispos (foto: ANSA)
19:37, 17 OutCIDADE DO VATICANO ZCC

(ANSA) - O Vaticano afirmou nesta quarta-feira (17) que assuntos polêmicos, como o casamento entre pessoas do mesmo sexo, a homossexualidade e o aborto, estão sendo debatidos durante o Sínodo dos Bispos.

"Já foi dito que as questões da homossexualidade e do casamento entre pessoas do mesmo sexo não podem ser deixadas de fora do cuidado pastoral", afirmou Paolo Ruffini, prefeito do Dicastério para as Comunicações da Santa Sé.

Além disso, a questão do aborto também é um dos temas abordados pelos religiosos. "Tem acontecido conversas sobre aborto, e algumas experiências de algumas partes do mundo também foram relatadas, como na África, onde o aborto é 'vendido' como um instrumento de contracepção, e o valor inalienável da vida foi reafirmado", acrescentou.

Nos últimos meses, o cardeal Lorenzo Baldisseri, secretário-geral da organização, já havia previsto que não haveria temas tabus durante o Sínodo dos Bispos sobre os jovens, principalmente porque, neste ano, o "instrumentum laboris" é o primeiro documento oficial do Vaticano a citar a sigla LGBT, ao dizer que jovens dessa comunidade "desejam se beneficiar de uma maior proximidade e experimentar uma maior atenção" por parte da Igreja.

O texto ainda pede que os bispos enfrentem "de maneira concreta temas controversos como a homossexualidade e as temáticas de gênero". No entanto, algumas reações da ala conservadora já deixaram claro mais uma vez que eventuais aberturas a gays enfrentarão resistência na Igreja. O Sínodo dos Bispos, que tem como tema a juventude, acontecerá até o dia 28 de outubro. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA