Papa envia telegrama de condolências por morte de Bush

Ex-presidente dos EUA faleceu no dia 30 de novembro, aos 94 anos

Velório do ex-presidente dos Estados Unidos George H. W. Bush (foto: EPA)
13:31, 05 DezCIDADE DO VATICANO E WASHINGTON ZLR

(ANSA) - O papa Francisco enviou um telegrama de condolências pelo falecimento do ex-presidente dos Estados Unidos George H. W. Bush, ocorrido no último dia 30 de novembro.

No documento, enviado ao arcebispo de Galveston-Houston e chefe da Conferência Episcopal dos EUA, cardeal Daniel DiNardo, o líder da Igreja Católica se diz "entristecido" pela morte de Bush e oferece suas condolências e orações a toda a família.

"Confiando a alma do presidente Bush ao amor misericordioso de Deus onipotente", Francisco "invoca bênçãos divinas de força e paz para todos os que choram sua morte". O ex-presidente, conhecido como "Bush pai", tinha 94 anos e sofria de mal de Parkinson.

Seu corpo está sendo velado no Congresso dos EUA, em Washington, desde a última segunda-feira (3) e será sepultado nesta quinta (6), em Houston, no Texas, ao lado de sua esposa, Barbara, morta em abril passado, aos 92 anos, e de sua filha Robin, falecida em 1953, aos três, vítima de leucemia.

Na última terça (4), o presidente Donald Trump e a primeira-dama Melania fizeram uma breve visita em Washington ao ex-mandatário George W. Bush, com quem o magnata trocara duras críticas na campanha eleitoral de 2016.

O cão-guia Sully, que acompanhara "Bush pai" em seus últimos meses de vida, também foi levado para se despedir do ex-presidente no velório e se deitou brevemente ao lado do caixão. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA