Papa encerra viagem histórica aos Emirados Árabes Unidos

Francisco celebrou missa para 135 mil pessoas em Abu Dhabi

Papa encerra viagem histórica aos Emirados Árabes Unidos
Papa encerra viagem histórica aos Emirados Árabes Unidos (foto: ANSA)
08:44, 05 FevABU DHABI ZBF

(ANSA) - O papa Francisco concluiu nesta terça-feira (5) sua viagem de três dias aos Emirados Árabes Unidos. Ele dedicou a agenda de hoje inteiramente à comunidade católica local, com uma missa no estádio Zayed Sports City que reuniu 135 mil fiéis.

Pela manhã, o argentino Jorge Mario Bergoglio visitou de maneira privada a Catedral de São José, uma das únicas duas igrejas católicas do país, que conta com uma população de 9 milhões de pessoas, a maioria muçulmana. A outra igreja é a de São Paulo, em Mussafah.

"Obrigado por estarem aqui", disse Francisco aos católicos presentes, em um discurso improvisado. "É uma felicidade visitar essas pequenas igrejas. Abençoo todos e peço de rezarem pela igreja, para que a Igreja permaneça fiel ao Senhor, forte na fé e na caridade. E não esqueçam de rezar por mim", afirmou.

Em seguida, o Papa foi para o estádio Zayed Sports City, onde celebrou às 10h30 locais a primeira missa pública e de grandes dimensões já realizada na península arábica. Foram entregues 135 mil bilhetes de acesso, mas somente 45 mil pessoas assistiram à celebração de dentro da arena - o restante acompanhou a transmissão pelo lado de fora, através de telões. Entre o público, havia muitos trabalhadores e imigrantes de países asiáticos, principalmente da Índia e das Filipinas.

A missa foi a única ocasião em que Francisco usou o "papamóvel" em Abu Dhabi. "Peço a vocês a graça de proteger a paz, a união, de tomarem conta um dos outros, com essa bela fraternidade", ressaltou o Papa na homilia. O líder católico também falou sobre simplicidade e humildade, ressaltando que, apesar dos seres humanos crerem que "abençoados são os ricos, potentes e aclamados pela multidão, Jesus considera abençoados os pobres e perseguidos, que continuam sendo justos mesmo em situações delicadas".

Logo após a missa, Francisco se dirigiu ao aeroporto para embarcar de volta à Roma. Ele despediu-se das autoridades locais, como o príncipe hereditário sheik Mohammed bin Zayed Al Nahyan, no aeroporto presidencial de Abu Dhabi.

Foi a primeira vez que um Papa visitou os Emirados Árabes Unidos, considerado berço do Islã. A viagem foi realizada por ocasião do encontro inter-religiosos "Irmandade Humana", organizado pelo Conselho Muçulmano de Anciãos para discutir a paz entre as religiões. Durante sua viagem, Francisco fez apelos pela paz, pediu que os líderes religiosos sejam ativos e condenem a violência em nome de Deus. Em alguns momentos, o Papa também fez comentários sobre temas espinhosos, como as guerras no Oriente Médio e a crise no Iêmen. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA