Centro de SP recebe ato em apoio ao Sínodo da Amazônia

Assembleia acontecerá de 6 a 27 de outubro, no Vaticano

Incêndio florestal na Amazônia brasileira, em 7 de setembro (foto: ANSA)
13:23, 01 OutBRASÍLIA E SÃO PAULO ZLR

(ANSA) - Os cardeais brasileiros Odilo Scherer e Cláudio Hummes participaram nesta segunda-feira (30) de um ato ecumênico na Catedral da Sé, em São Paulo, em apoio ao Sínodo dos Bispos sobre a Amazônia, que começa no próximo domingo (6).

"Esse interesse pela Amazônia já significa muita coisa. Algo está acontecendo com o povo brasileiro, com nossas consciências, com os governos", declarou Scherer, arcebispo da capital paulista. Já Hummes, escolhido pelo papa Francisco como relator do Sínodo e responsável por coordenar os debates prévios, afirmou que a floresta vive uma "grave crise socioambiental".

Também arcebispo emérito de São Paulo, Hummes é um dos cardeais mais próximos de Jorge Mario Bergoglio. "Devemos levar Deus àquela região e tratar da promoção dos direitos dos povos indígenas e da natureza. Juntos vamos pensar as grandes causas da humanidade", acrescentou.

O Sínodo acontecerá até 27 de outubro, no Vaticano, e discutirá novas formas de evangelização na Amazônia, inclusive a ordenação de indígenas casados como padres. Além disso, deve produzir um forte discurso em defesa do meio ambiente, no momento em que o Brasil é questionado internacionalmente por conta dos incêndios na floresta.

O ato na Catedral da Sé também contou com a presença de líderes judaicos, evangélicos e muçulmanos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA