'Bento XVI nunca se arrependeu de renunciar', diz secretário

Dom Georg Gänswein contou que decisão foi "longa e dolorosa"

'Bento XVI nunca se arrependeu de renunciar', diz secretário
'Bento XVI nunca se arrependeu de renunciar', diz secretário (foto: ANSA)
20:06, 07 JanCIDADE DO VATICANO ZBF

(ANSA) - O papa emérito Bento XVI nunca se arrependeu de ter renunciado, garantiu seu secretário pessoal Georg Gänswein. A declaração de Gänswein, que também é prefeito da Casa Pontifícia, foi dada em uma entrevista ao jornalista alemão Tassilo Forchheimer para um documentário de 29 minutos da rede Bayerischer Rundfunk (BR).

"A decisão de renunciar foi longa, bem orada e dolorosa, mas da qual ele nunca se arrependeu. O Papa está completamente em paz consimo mesmo", disse Gänswein.

O documentário retrata a vida diária de Joseph Ratzinger dentro do mosteiro Mater Ecclesiae, que fica dentro do Vaticano.

O Papa Emérito dedica boa parte do seu dia aos livros e, quando questionado sobre suas condições de saúde, responde ser "um velho no fim de sua viagem". Bento XVI, que está com 92 anos de idade, renunciou à liderança da Igreja Católica em 11 de fevereiro de 2013, deixando efetivamente o cargo no dia 28. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en