Direito deve ser usado para proteger os pobres, diz Papa

Francisco afirmou que as leis são "escudo contra os poderosos"

Papa Francisco durante audiência geral no Vaticano
Papa Francisco durante audiência geral no Vaticano (foto: ANSA)
14:07, 21 FevCIDADE DO VATICANO ZLR

(ANSA) - O papa Francisco afirmou nesta sexta-feira (21), em uma plenária do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos, que o direito deve ser usado como um "baluarte em defesa dos últimos e dos pobres".

Segundo o líder católico, as leis precisam ser um "escudo protetor de quem arrisca cair vítima dos poderosos da vez". "Nós vemos hoje, neste contexto de guerra mundial fragmentada, como sempre há falta de direito, sempre. As ditaduras nascem e crescem sem o direito. Isso não pode acontecer na Igreja", disse.

O Pontifício Conselho para os Textos Legislativos tem a função de interpretar as leis da Igreja e fornecer auxílio jurídico aos outros dicastérios da Cúria.

"Fazer conhecer e aplicar as leis da Igreja não é um obstáculo à suposta eficiência pastoral de quem quer resolver os problemas à margem do direito, mas sim garantia de busca de soluções não-arbitrárias, verdadeiramente justas e, por isso, verdadeiramente pastorais", declarou. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA