Papa pede que fiéis rezem 'quase ameaçando' Deus

Francisco voltou a abordar pandemia em suas missas

Papa Francisco abençoa Praça São Pedro vazia, em 22 de março
Papa Francisco abençoa Praça São Pedro vazia, em 22 de março (foto: ANSA)
13:37, 24 MarCIDADE DO VATICANO ZLR

(ANSA) - O papa Francisco afirmou nesta segunda-feira (23), durante uma missa na Casa Santa Marta, no Vaticano, que é preciso quase "ameaçar" Deus durante as orações.

A declaração chega em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), que tem sido tema constante nas homilias do líder católico nas últimas semanas. "É preciso rezar com fé, perseverança e coragem, quase - não quero dizer uma heresia - 'ameaçando' o Senhor", disse, pedindo que os fiéis não repitam as preces como "papagaios".

"Nestes dias, é necessário orar ainda mais", acrescentou, referindo-se à pandemia de coronavírus, que já contaminou mais de 340 mil pessoas e deixou cerca de 15 mil mortos em todo o mundo. Todas as missas do Papa têm sido transmitidas por streaming por causa do isolamento imposto pelo governo italiano. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA