Falta de diálogo entre Israel e Palestina preocupa Vaticano

Em comunicado, Santa Sé disse estar acompanhando a situação

Protesto realizado em Israel em dezembro
Protesto realizado em Israel em dezembro (foto: ANSA)
15:22, 20 MaiCIDADE DO VATICANO ZCC

(ANSA) - O Vaticano afirmou nesta quarta-feira (20) que tem acompanhado a situação em Israel e nos territórios ocupados e expressou sua "preocupação" por qualquer ato que possa comprometer ainda mais o diálogo entre israelenses e palestinos.

O comunicado foi divulgado após o secretário de Relações com os Estados do Vaticano, Paul Richard Gallagher, ter conversado com por telefone com Saeb Erekat, negociador-chefe e secretário-geral da Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

Segundo a Santa Sé, os dois abordaram "os recentes desenvolvimentos nos territórios palestinos e da possibilidade de que a soberania de Israel seja aplicada unilateralmente em parte dessas áreas".

Para a OLP, que faz referência ao avanço dos planos de Israel de anexar parte do território ocupado da Cisjordânia, a decisão dos líderes israelenses "comprometeria ainda mais o processo de paz".

"A Santa Sé reafirma que o direito pelo direito internacional e das Resoluções relevantes das Nações Unidas é um elemento indispensável para que os dois povos possam viver lado a lado, em dois Estados, com as fronteiras reconhecidas antes do 1967", diz a nota oficial.

Por fim, o Vaticano ressaltou que segue "atentamente" a situação, manifestando preocupação com decisões que possam comprometer "a possibilidade de negociar diretamente um acordo, com a ajuda da comunidade internacional, e para que a paz possa finalmente reinar na Terra Santa, tão amada por judeus, cristãos, muçulmanos". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA