Menem é indiciado por explosão em Córdoba

A explosão, que deixou 7 mortos, aconteceu em 1995

Carlos Menem
Carlos Menem (foto: EPA)
11:08, 14 AgoBUENOS AIRES ZSG

(ANSA) - O ex-presidente da Argentina Carlos Menem (1989-1999) está sendo indiciado pela segunda vez por sua suposta responsabilidade pela explosão em uma fábrica militar na província de Córdoba, em 1995, que deixou 7 mortos e dezenas de feridos.
    De acordo com informações do jornal local Clarín, a Justiça considera que a explosão não foi uma casualidade, mas que foi planejada com a intenção de esconder os desvio de armamentos que haviam sido vendidos de forma ilegal à Croácia e ao Equador, crime pelo qual ele foi condenado a 7 anos de prisão em junho deste ano. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA