Ministro nega fins militares de base chinesa

Construção preocupa membros da oposição argentina

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner
A presidente da Argentina, Cristina Kirchner (foto: EPA)
17:26, 09 SetBUENOS AIRES ZSG

(ANSA) - O ministro de Planejamento da Argentina, Julio De Vido, negou que a base chinesa que está sendo construída no sul do país será usada para fins militares.

    Segundo ele, são "absurdos" os boatos de que a base, ainda em construção, em Neuquén, a cerca de 1.380 quilômetros da capital, Buenos Aires, será usada para lançamento de mísseis. O ministro destacou, como apontou o jornal local La Nación, que o projeto de Pequim "tem fins exclusivamente pacíficos e assim consta nos acordos assinados".

    "O plano espacial chinês de chegar à Lua em 2020 não tem e nem poderia ter fins militares", concluiu. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA