Começa julgamento de Menem por ataque à Amia

Ex-presidente argentino é acusado de ter obstruído inquérito

Alegando problemas de saúde, Menem não compareceu a julgamento
Alegando problemas de saúde, Menem não compareceu a julgamento (foto: EPA)
16:05, 06 AgoBUENOS AIRES ZLR

(ANSA) - Começou nesta quinta-feira (6), em Buenos Aires, o julgamento do ex-presidente argentino Carlos Menem (1989-1999) pela sua suposta obstrução às investigações sobre o atentado contra a Associação Mutual Israelita Argentina (Amia), em 1994.
    Ele é uma das 13 pessoas acusadas de desviar o inquérito da linha que apurava a participação de sírios no ataque, a chamada "pista síria". Alegando problemas de saúde, Menem, de 85 anos, não compareceu à sessão.
    O ex-mandatário é suspeito de ter recomendado ao juiz Juan José Galeano, que também está sendo processado, que abandonasse a "pista síria", já que envolvia pessoas próximas a ele. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA