Presidente da Argentina é vacinado contra Covid-19

País começou a imunizar todos os maiores de 60 anos

Presidente argentino defendeu a importância da vacinação no país
Presidente argentino defendeu a importância da vacinação no país (foto: EPA)
16:35, 21 JanBUENOS AIRES ZGT

(ANSA) - O presidente da Argentina, Alberto Fernández, recebeu nesta quinta-feira (21) a primeira dose da vacina contra a Covid-19 Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya de Pesquisa em Epidemiologia e Microbiologia.

O mandatário, que tem 61 anos, foi imunizado no dia seguinte em que a Administração Nacional de Medicamentos, Alimentos e Tecnologia (Anmat) autorizou a aplicação do imunizante em todas as pessoas com mais de 60 anos. Até o momento, a Sputnik V era aplicada apenas em profissionais da saúde até 59 anos.

Fernández aproveitou o momento para incentivar os argentinos a se vacinarem e garantiu que a vacina tem "segurança e é eficaz" contra o coronavírus Sars-CoV-2.

"As pessoas levantam dúvidas sobre a qualidade da Rússia, mas o instituto que a desenvolveu tem vários prêmios Nobel entre sua equipe de pesquisadores", afirmou. Nos últimos dias, políticos da oposição questionaram publicamente o uso da Sputnik V no país.

Até o momento, há mais de 600 mil doses da vacina no país e um novo carregamento com 1 milhão delas deve chegar no fim de semana. Há ainda a previsão de chegada de cinco milhões de doses no próximo mês. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA