Obama deve desculpas a Dilma por espionagem, diz Lula

O ex-presidente afirmou que os EUA estão violando a soberania

Presidente Dilma Rousseff na cúpula do G20, na Rússia (foto: EPA)
11:09, 23 JunSÃO PAULO ZBF

(ANSA) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem (5) que os Estados Unidos estão violando a soberania do Brasil e que Barack Obama deve desculpas à mandatária Dilma Rousseff pelos casos de espionagem. "A soberania dos países está sendo colocada em risco com o comportamento norte-americano. Nós que passamos a vida inteira lutando por democracia, por soberania, não podemos admitir, sob pretexto nenhum, que um país fique tentando gravar, copiar e-mails, telefonemas de um Estado ou de um presidente da República, como fizeram com a Dilma", disse Lula.
    Segundo o ex-presidente, "a resposta norte-americana não pode ser via diplomacia, porque a espionagem não foi via diplomacia.
    Espionagem foi espionagem, então acho que cabe a Obama, humildemente, pedir desculpas à presidente Dilma e ao Brasil". No último domingo, o programa "Fantástico", da Rede Globo, revelou que Dilma foi alvo de espionagem de agentes norte-americanos, tendo sua comunicação monitorada por Washington.
    Ontem, Dilma e Obama se reuniram na Rússia, onde estão para participar da cúpula anual do G20, em São Petersburgo. O encontro foi confirmado por Brasília e ocorreu após a mandatária cancelar o envio de uma missão aos EUA que prepararia sua visita ao país. O governo brasileiro, por sua vez, não se pronunciou sobre a viagem oficial de Dilma, programada para 23 de outubro. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en