São Paulo supera 1 milhão de casos de coronavírus

O estado também já soma mais de 36 mil vítimas na pandemia

Movimentação na Zona Sul de São Paulo, em 26 de agosto
Movimentação na Zona Sul de São Paulo, em 26 de agosto (foto: EPA)
16:39, 03 OutSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - O estado de São Paulo ultrapassou neste sábado (3) a marca de 1 milhão de casos confirmados do coronavírus Sars-CoV-2.

O último boletim do governo estadual registra 6.096 novos contágios em 24 horas, elevando o total de pessoas já infectadas para 1.003.429.

São Paulo também contabilizou mais 180 mortes e chegou a 36.136 óbitos desde o início da pandemia. Em termos absolutos, os totais de casos e vítimas no estado são os maiores entre as 27 unidades da federação.

Para efeito de comparação, a Itália, que tem 16 milhões de habitantes a mais, registrou 27 mortes e 2.884 contágios neste sábado, totalizando 35.968 vítimas e 322.751 diagnósticos positivos desde o começo da pandemia.

A Espanha, país de população semelhante a São Paulo, tem 789.932 casos e 32.086 mortes. Em entrevista à ANSA no início de setembro, o governador João Doria foi questionado sobre o que deu errado no combate à pandemia no estado e culpou o presidente Jair Bolsonaro, seu ex-aliado nas eleições de 2018.

"Vivemos em um país onde o presidente é negacionista, ele afirma que a Covid é uma gripezinha, um resfriado, não usa máscara, não obedece o distanciamento, promove aglomerações, estimula o consumo da cloroquina e disse que a vacina, só deve tomar quem quiser. Ou seja, é muito difícil, com o discurso negacionista do presidente, fazer uma política pública de saúde no estado dizendo exatamente o oposto", afirmou o tucano. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA