Brasil passa das 542 mil mortes por Covid-19

Foram 948 óbitos nas últimas 24h, número maior do que no sábado

Brasil tem mais mortes no domingo do que no sábado, invertendo a tendência de queda nos números
Brasil tem mais mortes no domingo do que no sábado, invertendo a tendência de queda nos números (foto: ANSA)
18:27, 18 JulSÃO PAULO ZGT

(ANSA) - O Brasil registrou mais 948 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 542.214 a quantidade de vítimas da pandemia, informou o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) neste domingo (18). Os dados não incluem números do Rio Grande do Norte, que não foram transmitidos por problemas técnicos.

Normalmente, os números dos domingos e das segundas-feiras são menores do que os demais dias da semana por um maior represamento das informações, mas hoje foi diferente - tendo quase 100 óbitos a mais do que no sábado (17), quando foram registrados 868.

Os novos casos somaram 34.126, elevando para 19.376.574 as contaminações confirmadas desde o início da crise sanitária.

Também nesse índice os números ficaram muito parecidos com o dia anterior, quando 34.339 contágios foram confirmados.

Com isso, as médias móveis dos últimos sete dias voltaram a subir: são 40.948 casos diários e 1.247 mortes.

O estado de São Paulo continua liderando nos números absolutos, com 3.939.632 contaminações e 134.803 falecimentos. Na sequência, nos contágios, aparecem Minas Gerais (1.903.127), Paraná (1.345.044), Rio Grande do Sul (1.271.270) e Bahia (1.173.423).

Já nos falecimentos, o segundo lugar do ranking está com o Rio de Janeiro (57.578), Minas Gerais (48.975), Paraná (33.740), Rio Grande do Sul (32.642) e Bahia (25.197).

A taxa de letalidade está em 2,8%, com o Rio de Janeiro ainda liderando com o maior índice do país (5,8%) e a taxa de mortalidade é de 258 a cada 100 mil habitantes - em número que mantém o Brasil na 9ª colocação mundial. A taxa de incidência é de 9.220,5 casos a cada 100 mil habitantes. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA