Haiti terá eleições para presidente em novembro

Pleito ocorrerá exatos quatro meses após assassinato de Moise

Funeral do presidente Jovenel Moise, em 23 de julho
Funeral do presidente Jovenel Moise, em 23 de julho (foto: EPA)
08:32, 13 AgoPORTO PRÍNCIPE ZLR

(ANSA) - O conselho eleitoral provisório do Haiti anunciou nesta quarta-feira (11) que o primeiro turno das eleições presidenciais, antes previsto para setembro, será realizado em 7 de novembro.

De acordo com o órgão, as votações para renovação do Parlamento e para o referendo sobre a reforma constitucional que institui um regime presidencialista pleno no país acontecerão no mesmo dia. Já o segundo turno do pleito para presidente ocorrerá em 23 de janeiro de 2022, junto com as eleições municipais.

A reforma constitucional era apoiada pelo presidente Jovenel Moise, assassinado em sua residência privada no último dia 7 de julho. Ele governava o Haiti desde fevereiro de 2017, mas vinha atuando por decreto pelo fato de o país não ter um Parlamento ativo devido a sucessivos adiamentos das eleições legislativas.

Até o momento, foram presas 44 pessoas acusadas de envolvimento no homicídio, incluindo 12 policiais haitianos, 18 mercenários colombianos e dois americanos. O ex-responsável pela segurança de Moise também foi detido.

O primeiro-ministro Ariel Henry, anunciado no cargo antes da morte do presidente, mas empossado somente depois do assassinato, prometeu restabelecer a ordem em um país assolado pela violência e garantir eleições seguras e confiáveis. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA