Uribe quis negociar a paz com Farc no Brasil

Hoje, ele é maior crítico a negociações com grupo

Membro das negociações de paz entre Bogotá e Farc
Membro das negociações de paz entre Bogotá e Farc (foto: EPA)
20:10, 07 OutBOGOTÁ ZSG

(ANSA) - O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, disse que seu antecessor, Alvaro Uribe (2002-2010), tentou iniciar um processo de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) no Brasil, apesar de atualmente ser o maior opositor ao projeto.
    "O próprio enviado da Paz que substituiu Luis Carlos Restrepo, Frank Pearl,por instruções de Uribe tentou iniciar um processo de paz com as Farc e, inclusive, foi estabelecido que o Brasil seria a sede destes diálogos, já que o país havia concordado", disse, após Conselho de Ministros.
    Declaração foi feita pouco após o jornalista Daniel Coronell divulgar documentos que mostram que Uribe tentou em várias ocasiões negociar com o grupo guerrilheiro e até se ofereceu a retirar militares de uma ampla zona.
    Atualmente, Uribe é o maior opositor dentro do país aos diálogos de paz que tiveram início no final de 2012 com intermédio do governo de Bogotá.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA