Cuba iniciará teste de vacina em humanos em 24 de agosto

Candidata anti-Covid será aplicada em 676 pessoas

Mulher conversa com seus netos em parque de Havana, capital de Cuba
Mulher conversa com seus netos em parque de Havana, capital de Cuba (foto: ANSA)
11:42, 19 AgoHAVANA ZLR

(ANSA) - Cuba iniciará em 24 de agosto os estudos clínicos em humanos de uma possível vacina contra o coronavírus Sars-CoV-2.

A candidata se chama "Soberana 01" e será aplicada em duas doses em 676 pessoas de 19 a 80 anos, pelo Instituto Finlay de Vacinas. O objetivo é avaliar a segurança do medicamento e sua capacidade de estimular a produção de anticorpos.

Segundo um comunicado oficial, essa etapa será concluída em 11 de janeiro de 2021, e os resultados devem estar disponíveis em fevereiro. Até o momento, Cuba foi pouco atingida pela pandemia e acumula 3.408 casos e 88 mortes.

Ainda assim, o país aposta no desenvolvimento de uma vacina nacional para garantir sua "soberania" no acesso ao medicamento, de acordo com o presidente Miguel Díaz-Canel. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA