De olho na Flórida, Trump proíbe importação de charuto cubano

Estado será determinante para eleição presidencial

Donald Trump em evento com veteranos da Baía dos Porcos
Donald Trump em evento com veteranos da Baía dos Porcos (foto: EPA)
14:39, 23 SetWASHINGTON ZLR

(ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (23) a proibição de importações de charuto e rum de Cuba.

A medida foi divulgada pelo mandatário em uma cerimônia na Casa Branca com veteranos da invasão da Baía dos Porcos, fracassada tentativa da Agência Central de Inteligência (CIA) de derrubar o governo de Fidel Castro.

"Hoje, como parte de nossa contínua luta contra a opressão comunista, anuncio que o Departamento do Tesouro proibirá aos viajantes americanos que se hospedem em propriedades do governo cubano", disse Trump.

"Além disso, restringiremos ainda mais a importação de produtos alcoólicos e tabaco cubanos", acrescentou o presidente. As medidas têm forte sabor de campanha e miram o eleitorado hispânico na Flórida, um dos estados-chave para definir o vencedor da disputa entre Trump e o democrata Joe Biden.

Desde que assumiu o poder, no início de 2017, o republicano vem desmontando o legado de reaproximação com Cuba deixado por Barack Obama, que chegou a visitar Havana durante sua gestão. (ANSA) 

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA