Vacina cubana Soberana 02 tem 62% de eficácia contra Covid

Resultado dos ensaios de fase 3 foi divulgado no fim de semana

Teste clínico da vacina cubana Soberana 02, em Havana, 24 de março de 2021
Teste clínico da vacina cubana Soberana 02, em Havana, 24 de março de 2021 (foto: ANSA)
12:31, 21 JunHAVANA ZLR

(ANSA) - A vacina cubana Soberana 02 apresentou eficácia de 62% na prevenção da Covid-19, de acordo com resultados preliminares divulgados no último fim de semana pela entidade que reúne as indústrias farmacêuticas da ilha.

"A candidata a vacina anti-Covid Soberana 02 alcançou 62% de eficácia nas análises preliminares da fase 3 de ensaios clínicos", diz um comunicado da BioCubaFarma, que participa dos testes em humanos deste e de outros quatro imunizantes no país.

A fase 3 dos ensaios envolveu 44 mil voluntários divididos em três grupos, sendo dois experimentais e um de controle. Uma parte das pessoas tomou duas doses com intervalo de 28 dias; outro recebeu uma terceira dose de reforço com a "Soberana Plus" depois de mais 28 dias; e o terceiro tomou um placebo.

A eficácia de 62% diz respeito ao regime de duas doses, enquanto aquela referente ao de três ainda não foi divulgada.

"Esse resultado não é de uma eficácia frente à cepa original, e sim contra a combinação das cepas circulantes em Havana, onde há um percentual importante daquelas [variantes] chamadas preocupantes em termos de transmissibilidade e escape a vacinas", diz a BioCubaFarma.

A eficácia registrada nos ensaios clínicos supera o mínimo exigido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de 50%. Para entrar em uso, no entanto, o imunizante precisa ser aprovado pelo Centro de Controle Estatal de Medicamentos (Cecmed).

"Esse resultado da ciência cubana tem alcance mundial", comemorou no Twitter o presidente Miguel Díaz-Canel. Cuba acumula 167,8 mil casos e 1.159 mortes por Covid-19, mas atravessa seu pior momento na pandemia. No último domingo (20), o país de 11 milhões de habitantes registrou 1.436 contágios e 11 óbitos. (ANSA) 

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA