Presidente do Peru convoca eleições gerais para abril de 2021

Prazo será mantido mesmo com pandemia ou crise política

Peru terá eleições gerais no dia 11 de abril, anunciou o presidente Martín Vizcarra
Peru terá eleições gerais no dia 11 de abril, anunciou o presidente Martín Vizcarra (foto: EPA)
12:01, 09 JulLIMA ZGT

(ANSA) - O presidente do Peru, Martín Vizcarra, convocou na noite desta quarta-feira (08) as eleições gerais no país para 11 de abril de 2021. O anúncio foi feito em um discurso e pelas redes sociais.

"Cumprindo minha palavra e compromisso com o Peru, convoco as eleições gerais para eleger nosso próximo presidente, vice-presidentes e congressistas para o período 2021-2026. Sigamos trabalhando para fortalecer a democracia de nosso país", escreveu o mandatário postando uma foto do documento oficial.

Já no discurso, Vizcarra ainda ressaltou que o anúncio está "dentro do prazo exigido por lei" e que a convocação mostra que o Peru "já passou pelos tempos das incertezas sobre a existência da continuidade democrática".

O mandatário lembrou que assumiu o cargo em março de 2018, após a renúncia de Pedro Pablo Kuczynski, e que terminará o mandato. Assim como manda a legislação peruana, Vizcarra não concorrerá ao cargo.

O anúncio do presidente ocorre em meio a uma grave crise política entre a Presidência e o Parlamento. Recentemente, após dizer que ia convocar um referendo para verificar se a população aceitava o fim da imunidade parlamentar, o Congresso aprovou a perda do benefício sem a necessidade de consulta pública.

Além disso, o Peru é o segundo país da América do Sul com mais casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2), apenas atrás do Brasil. Até esta quinta-feira (09), o país contabiliza 312.911 casos da Covid-19 (sendo o quinto no mundo) e 11.133 óbitos.

No entanto, para Vizcarra "nem a pandemia, nem nenhum outro tipo de fator político" deve alterar o calendário eleitoral peruano. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA