Machu Picchu é fechada por 2ª onda de pandemia no Peru

As ruínas não receberão visitantes por pelo menos duas semanas

Machu Picchu foi afetada pela nova quarentena no Peru
Machu Picchu foi afetada pela nova quarentena no Peru (foto: EPA)
14:54, 28 JanSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - As ruínas incas de Machu Picchu, no Peru, foram novamente fechadas em decorrência da segunda onda da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

De acordo com informações do governo peruano, a cidadela foi afetada pela nova quarentena no país e ficará com os portões fechados por pelo menos duas semanas.

No decreto publicado no Diário Oficial sobre as restrições anti-Covid, é afirmado que os sítios arqueológicos "receberão zero visitas" entre 31 de janeiro e 14 de fevereiro.

Desde o início da pandemia, essa será a segunda vez em que Machu Picchu precisará ficar fechada. O objetivo das autoridades peruanas é impedir aglomerações.

Segundo dados da universidade norte-americana Johns Hopkins, o Peru ultrapassou a marca de 40 mil mortes por Covid-19 desde o início da crise. A nação também contabiliza pouco mais de 1,1 milhão de contaminações.

O fechamento de Machu Picchu é um duro golpe para as dezenas de milhares de pessoas que vivem da indústria turística do local.(ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA