Facebook suspende conta de Maduro por informações falsas sobre Covid

Presidente vinha publicando dados sobre suposto remédio

Maduro promovia remédio sem eficácia comprovada contra Covid
Maduro promovia remédio sem eficácia comprovada contra Covid (foto: ANSA)
12:17, 28 MarCARACAS ZGT

(ANSA) - O Facebook suspendeu por 30 dias a página do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, por publicar informações falsas sobre a pandemia de Covid-19. O bloqueio começou na conta neste sábado (27).

O mandatário vinha publicando com frequência informações sobre o remédio Carvativir, ao qual chama de "gotinhas milagrosas" para curar a doença. A droga não tem estudos publicados sobre a eficácia contra o coronavírus Sars-CoV-2.

Em entrevista à agência AFP, um porta-voz da rede social afirmou que o Facebook "segue as orientações da Organização Mundial da Saúde, segundo as quais não há nenhum medicamento atualmente que previna ou cure o vírus".

A suspensão impede que a página seja editada ou receba comentários, mas ainda está visível para os usuários em geral.

Conforme dados da Universidade Johns Hopkins, a Venezuela tem 155.663 casos confirmados da Covid-19 e 1.555 mortes. No entanto, ONGs de direitos humanos questionam a veracidade dos dados repassados pelos órgãos de saúde do país e acusam o governo de Maduro de maquiar a realidade. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA