Itália altera horários e gratuidades em museus

Também será introduzido um domingo grátis por mês

O Coliseu é um dos atrativos que terá o horário de fechamento estendido
O Coliseu é um dos atrativos que terá o horário de fechamento estendido (foto: ANSA)
19:55, 20 JunROMA ZCC

(ANSA) - A partir do dia 1º de julho as tarifas e horários de museus na Itália sofrerão alterações. Um decreto anunciado pelo ministro dos Bens Culturais e do Turismo, Dario Franceschini, termina com a gratuidade oferecida para pessoas com mais de 65 anos, por exemplo. Por outro lado, haverá um domingo gratuito por mês e prolongamento no horário de alguns museus.
    O decreto, que o ministro afirmou já ter assinado, prevê que haverá gratuidade apenas aos jovens com menos de 18 anos e para algumas categorias, como professores, por exemplo. Continuam as reduções para jovens com até 25 anos. Será instaurado o "Domingo no Museu", realizado no primeiro domingo de cada mês. Outra novidade é a permanência, em duas vezes por ano, da iniciativa "Uma Noite ao Museu", com a abertura noturna de museus e sítios arqueológicos ao custo de um euro.
    O ministro também afirmou que todas as sextas-feiras os grandes museus, como Coliseu, Pompéia e Ufizzi, prolongarão o fechamento em duas horas, permanecendo abertos até às 22 horas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA