Países oferecem vistos temporários para brasileiros

Argentina, Nova Zelândia e Estados Unidos são alguns deles

Estados Unidos é um dos locais que concede vistos para brasileiros
Estados Unidos é um dos locais que concede vistos para brasileiros (foto: EPA)
19:26, 04 AgoSÃO PAULO ZAR

(ANSA) - Viajar para outros países do mundo, conhecendo novos costumes, pessoas e línguas, é uma experiência incrível. O único problema é que, em muitos lugares, o prazo de estadia para turistas é de apenas três meses, o que, para algumas pessoas, é um período muito curto.
    Para quem pretende ficar mais tempo, a melhor solução é conseguir um visto, que pode ser voltado a estudos e até a trabalhos temporários. Mas, em alguns países, obter a permissão para ficar um período maior é mais fácil e exige menos burocracia que em outros.
    Um dos melhores exemplos é a Nova Zelândia. Através do programa "Working Holiday Visa", brasileiros podem trabalhar, estudar e viajar pela nação por mais de um ano. Para conseguir este visto, é necessário que a pessoa tenha entre 18 e 30 anos, não leve filhos, possua dinheiro suficiente para as passagens de ida e volta, além de levar ao menos 4,2 mil dólares neozelandeses (cerca de R$ 10 mil) para a estadia.A cada ano, apenas 300 vagas são liberadas para brasileiros e, em 2015, as inscrições serão abertas no dia 3 de setembro.
    A Irlanda também não oferece muitas dificuldades para se obter um visto. A nação, além de ter alguns dos programas de intercâmbio mais econômicos da Europa, permite que brasileiros estudem, trabalhem e viajem por até oito meses. Alguns dos requisitos para o visto são comprovantes da passagem de volta para o Brasil, de residência na Irlanda e de dinheiro suficiente para a estadia no país.
    Mesmo parecendo difícil obter um visto apenas para viajar por poucos dias, os Estados Unidos têm alguns programas para brasileiros que querem passar mais tempo estudando e trabalhando temporariamente. Um destes é o J-1, concedido a intercambistas, principalmente a quem está fazendo pós-graduação e procura um estágio universitário ou um emprego de verão.
    Outros países sem muita burocracia são Argentina, Uruguai e Paraguai. Por pertencerem ao Mercosul, estas nações facilitam a entrada e a permanência de brasileiros que querem estudar e trabalhar. O visto, tirado com documentos simples, permite que trabalhadores, estudantes e até seus familiares fiquem por períodos de até dois anos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en